domingo

Como recuperar o seu PenDrive e os dados contidos nele




O PenDrive, embora pareça e, frequentemente seja usado como, não é, decididamente, um chaveiro. A sua garantia nem sempre é equivalente à aquela dos demais equipamentos eletrônicos – 6 meses apenas – ele tem um nível de fragilidade tal que se não forem tomados certos cuidados pode deixá-lo na mão, impedindo o acesso a seus arquivos ou parando de funcionar.

Em um chaveiro, ou como um chaveiro, ele vai ser tratado como tal e não vai resistir a situações como pancadas, queda, umidade ou coisas do gênero*. Embora, em princípio, seja possível recuperar um pen drive “queimado” o mesmo nem sempre ocorre com os dados contidos nele, pois, os programas que prometem fazer isso começam por formatá-lo.

O ideal seria você acessar o site do fabricante para encontrar um programa especifico. O da Kingston, que é o pen drive mais comum, você acessa clicando aqui. Se não encontrar o que procura, um bom programa que promete recuperar os dois – pen drive e dados – é o Software da HP, é só clicar no link e baixá-lo.

Um saldo inevitável desse processo todo, mesmo que consiga recuperá-lo e a seus dados, é que dificilmente você vai depositar nele a mesma confiança e seus dados como fazia antes. Logo, é bom cuidar dele como um pen drive, efetivamente, ou seja, com cuidado e atenção.

Você já teve alguma experiência com um pen drive “queimado”? O que fez com ele? Se conhece outro programa para recuperá-los deixe o seu nome em um comentário aqui.

*Outra forma de perdê-lo é retirá-lo de maneira abrupta, sem “fechá-lo” adequadamente, o que ocorre com muita frequência. Para fazer isso, clique no ícone ao lado do relógio na Barra de Tarefas: “Desinstalar hardware com segurança”, e só o faça depois de devidamente autorizado em janela especifica.

Leia artigos relacionados:
 Se gostou deste post, subscreva o nosso RSS Feed ou siga no Twitter, para acompanhar as nossas atualizações.

      12 comentários:

      Anônimo disse...

      O Link do programa da HP termina em .exe ... muito perigoso ;x

      Paulo Athayde disse...

      É, boa a observação, mas, a HP é uma empresa conceituada e não acredito que o aplicativo tenha algum arquivo malicioso que possa prejudicar.

      Um abraço

      Murilo Rodrigues disse...

      Filho mais da metade do seu computador te arquivos com a extenção *.exe, por ser um arquivo executavel de instalação, se fosse para ser um virus ou qualquer outra coisa para danificar seu pc a extenção poderia ser qualquer outra coisa

      Paulo Athayde disse...

      Bem lembrado Murilo, mas, uma boa parte dos aplicativos gratuítos na rede, "cobram o preço" introduzindo arquivos "maliciosos" em seu computador sem que você fique sabendo , já que eles não objetivam detonar o seu PC como muitos vírus, e boa parte dos anti-vírus não conseguem detectá-los.

      Anônimo disse...

      Eu acabei arranjando uma solução alternativa.
      Eu uso um cartão de memória SD, plugado a um leitor de cartão, desses pequenos, no formato mesmo de um Pen Drive.
      Já perdi uns três leitores, mas o cartão sempre ficou a salvo, e assim não perdi nunca meus dados.
      Além disso, dá para travar o cartão e ligar o conjunto em um PC não confiável sem risco de infecção.

      Paulo Athayde disse...

      É uma boa idéia.

      Acho que mais gente pode seguir o seu exemplo, pois, o pen drive é, ainda, muito frágil e muita gente só descobre isso muito tarde. O pen drive dá para comprar outro mas os dados...

      Anônimo disse...

      Aspiras de web e pc é #osso viu...
      EXE. Primeiramente, vc tem um antivirus? qualquer problema que der, sabe formatar o pc? NãO? entao fica ai pensando se o programa funcionaria ou nao.... SIM, então pronto, bora baixar o programa. DETALHE pesquise no site da HP concerteza lá também terá disponível para download.

      Paulo Athayde disse...

      É isso!

      Não é tão complicado como parece.

      Anônimo disse...

      é ou não é virus?eu não quero prejudicar o meu pc

      Paulo Athayde disse...

      Olá!

      Não ficou muito clara, a sua dúvida. O que ocorre com mais frequência, que costuma deixar fora de operação um pen drive, já foi esclarecido ao longo do artigo. Se o seu começou a "dar pau" depois que o usou em outro PC, é bem provável que seja um vírus ou coisa que o valha.

      Entretanto, se já o conectou ao seu PC e ele apenas não funcionou, o seu pendrive, não deve ser um "arquivo malicioso", tão letal, tanto é que o PC continuou funcionado.

      Abra a interface do seu antivírus e faço-o escanear o pen drive. É simples.

      Um abraço

      Anônimo disse...

      eu prefiro, ao invés de utilizar programas, abrir o pen drive e tirar o cartão micro sd que tem dentro dele, e utilizar em adaptador para leitor de cartão. Pois todos os pen drives meus que queimaram, eu abri e tinha um micro sd lá dentro. o Pen drive nada mais é do que um adaptador usb para cartão de memória. Assim, não corro o risco de perder nenhum dado.

      Paulo Athayde disse...

      Olá!

      Boa ideia.

      Bom que tenha compartilhado aqui, pois, vai ser muito útil a outros usuários.


      Um abraço